CACE - Centro de Análises Clínicas Especializadas

Atendimento ao cliente
89 3521 1023 / 99985 1616
Atendimento ao médico
89 3521 2769 / 99985 1680
Inicio > Noticias > Laboratório na Doença de Crohn e Colite Ulcerativa
Laboratório na Doença de Crohn e Colite Ulcerativa
14 de agosto de 2015

Gastroenterologia e os testes laboratoriais para o diagnóstico diferencial da Doença de Crohn e Colite Ulcerativa.

Exames: ASCA e ANCA

Doença inflamatória intestinal é um termo usado para descrever um grupo de doenças inflamatórias crônicas de causa desconhecida envolvendo o trato intestinal. Podem ser divididas em dois grupos principais: a colite ulcerativa e a doença de Crohn.

A colite ulcerativa é uma doença inflamatória do cólon. Quando ativa, a lâmina própria da mucosa torna-se maciçamente infiltrada por células inflamatórias de fase aguda e crônica. A doença de Crohn é uma inflamação granulomatosa trasmural crônica do trato gastrointestinal.

Ambas as doenças afetam homens e mulheres de forma igualitária, muito embora o pico de ocorrência esteja entre os 15 e 35 anos de idade, elas têm sido relatadas em todas as décadas da vida.

Devido a similaridade dos sintomas apresentados (diarréia, sangramento retal, dor abdominal tipo cólica ou pontada, obstrução intestinal e febre), nas doenças inflamatórias, o diagnóstico pode ser prejudicado. Neste momento é importante o uso de testes laboratoriais que possam auxiliar a estabelecer o diagnóstico definitivo.

O diagnóstico da doença inflamatória intestinal depende de critérios clínicos, radiográficos, endoscópicos, histológicos e laboratoriais. Em estudos retrospectivos , com auxílio da pesquisa de anticorpos anti-Saccharomyces cerevisiae (ASCA) e anticorpos perinuclear anti citoplasma de neutrófilos (pANCA) , poucos são os pacientes que permanecem com diagnóstico inconclusivo.

Anticorpos anti-Saccharomyces cerevisiae (ASCA) tem sido encontrado com uma significativa prevalência em pacientes com doença de Crohn. Quando presente os dois anticorpos IgG e IgA, a especificidade atinge 100%.

Especificidade = 95% ( se positivo para IgG ou IgA)
Especificidade = 100% ( se positivo para IgG e IgA)

Anticorpos anti citoplasma de neutrófilos (ANCA) mostrando padrão perinuclear (p-ANCA) são encontrados em 70% dos pacientes com Colite Ulcerativa e somente em 20% dos pacientes com doença de Crohn.
A combinação do ASCA positivo e pANCA negativo demonstrou para a Doença de Crohn: sensibilidade(49%), especificidade(97%) e valor preditivo positivo(96%).

A presença de ASCA e ausência de ANCA suporta o diagnóstico de Doença de Crohn.

  Número
de
Pacientes
ASCA
IgA
NEGATIVO
ASCA
IgA
POSITIVO
ASCA
IgG
NEGATIVO
ASCA
IgG
POSITIVO
ASCA
IgA + IgG
POSITIVO
Crohn Confirmado 92 3 89 10 82 92 (100%)
Sintomas de Crohn 108 38 70 51 57 70 (68%)
Colitis Ulcerativa 87 74 13 71 17 22 (25%)
Doadores de sangue (saudáveis) 13 13 0 13 0 0
Positivo para hepatitis C 10 10 0 10 0 0
Hepatitis Autoimmune 9 9 0 9 0 0
Doença Celíaca 9 5 4 6 3 4
             

Fonte: Informe científico Álvaro

Resultados On-line

Clínicas / Laboratórios / Médicos / Pacientes

Unidades de atendimento

Laboratorio CACE

Praça Idelfonso Ramos - 1155, Manguinha

Floriano / PI - CEP: 64800-000

89 3521 1023
Newsletter

Assine nossa newsletter

Receba informações por e-mail

Atendimento

Laboratório CACE

Praça Idelfonso Ramos - 1155, Manguinha

Floriano / PI - CEP: 64800-000

89 3521 1023